Thor 2 – O Mundo Sombrio

20 posts / 0 new
Último post
Dré
Foto de Dré
Thor 2 – O Mundo Sombrio

Olha, fiquei mais impressionado com a quantidade de elogios que este Thor 2 recebeu do que o filme em si – ou seja, assistir sem a expectativa gerada pelo buchicho na web já ajuda bastante. Não que o filme desaponte em algo ( é bem melhor que o primeiro, por exemplo ), apenas não traz absolutamente nada de novo.

A história dá continuidade tanto ao filme anterior como ao final dos Vingadores: Loki é preso em Asgard após causar na Terra e Thor e os outros guerreiros do reino estão lutando contra outros povos, aparentemente tendo algo a ver com a destruição daquela ponte colorida gay destruida no primeiro filme ( confesso que não entendi direito essa parte ).

Na Terra, a Cisne Negro acaba encontrando mais um artefato milagroso/místico/tecnológico, uma gosma vermelha chamada de Éter, cobiçada pelos os Elfos Negros: antigos inimigos de Asgard liderados por um tal de Malekith, cujo visual parece demais com a Morte daquele Sétimo Selo do Bergman. Como a Cisne fica zoada após o contato com o Éter, Thor a leva para Asgard, fazendo os Elfos irem atrás de ambos para recuperar o troço – obviamente destruindo tudo que estiver no caminho.

Após uma mega batalha e uma bela cena de funeral pra um dos personagens, Thor tem a ideia genial de fugir pra Terra com a Cisne. O problema é chegar lá sem ninguém notar ( eles não podem usar a ponte gay, já que Odin decretou estado de sítio em Asgard após o ataque dos Elfos ) e, pra isso, resolvem pedir a ajuda do Loki, que possui um atalho escondido pra Terra. Agora é saber se Loki vai ajudar o irmão ou se/quando vai traí-lo, além de enfrentar Malekith e sua turma em uma briga final em Londres, onde foi encontrada a gosma vermelha.

Formulaica até o caroço, esta continuação pelo menos diverte bastante sem deixar o espectador pensar, com uma direção ágil que se garante mais encarando tudo como uma grande aventura e deixando totalmente de lado o aspecto de tragédia shakespereana com que o Kenneth Branagh quis lidar no primeiro filme – aqui, por exemplo, Thor e Loki aparecem bem mais trocando farpas do que em diálogos sobre irmandade ou algo do tipo. Nem o Anthony Hopkins solta aqueles seus longos discursos, com o Odin tendo mais espaço na introdução ao contar a história dos Elfos do que no restante do filme. Com isso, Tom Hiddleston fica ainda mais a vontade com o seu Loki, aqui bem mais próximo da sua performance divertida no filme dos Vingadores – fazendo ele roubar o show mais uma vez.

E é legal destacar que o filme traz uma ótima deixa para a inevitável sequência. E claro: tem uma cena no meio dos créditos que faz legação direta com o filme dos Guardiões da Galáxia, a nova franquia da Marvel, com o Benício Del Toro numa ponta bem vergonhosa. Tem outra cena ao final dos créditos, mas não vi.

Se o primeiro Thor tinha algumas aspirações dramáticas, a Marvel viu com Os Vingadores que o caminho é seguir o lado fun e deixar a pretensão de lado, o que talvez desagrade uns e outros, preocupados com a descaracterização do personagem principal ( que já não tem uma personalidade muito forte, um paralelo ideal ao fato de Chris Hemsworth ser bem limitado como ator ) ou com a mutação da franquia num mero blockbuster. Mas, pelos risos na sala de cinema e pelo filme passar tão rápido que embarcamos nos defeitos sem dar importância, vai ver esse é o caminho ideal pro deus do trovão.

XIII
Foto de XIII

Bom filme. Achei melhor que o primeiro em todos os aspectos e o Loki definitivamente se destaca mesmo graças ao ar de humor idêntico ao dos vingadores(apesar de que as únicas partes supostamente engraçadas que funcionam são dele próprio), no pós créditos dão outra dica de que a sequência dos Avengers não terá apenas o Thane como vilão. Vale o ingresso e o 3D foi até bem utilizado em algumas partes mas no geral é dispensável!

Nota: 7.5

Dré
Foto de Dré

XIII wrote:
...no pós créditos dão outra dica de que a sequência dos Avengers não terá apenas o Thane como vilão.

Conta aí, o que apareceu?

E eu achei o 3D totalmente dispensável, inclusive deixando o filme escuro demais nas cenas da iluminada Asgard ( mesmo problema do primeiro filme ).

XIII
Foto de XIII

Spoiler: Highlight to view

São duas cenas, a primeira com os soldados amigos do Thor lá entregando o Eter pro ''collector'' que após receber fala ''good, now only four to go'' dando a entender a existências de outras ''infinity stones'' e a última cena é a besta lá que vem pra Terra durante o alinhamento num rampage naquela parte de Londres onde a Portman encontra pela primeira vez a anomalia gravitacional.

agraciotti
Foto de agraciotti

sério q vcs ainda ficam julgando se o 3D foi "dispensável ou não"?

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

Dré
Foto de Dré

agraciotti wrote:

sério q vcs ainda ficam julgando se o 3D foi "dispensável ou não"?

Óbvio que o 3D é 99% das vezes sempre dispensável, mas tem sido cada vez mais difícil fugir dele nos grandes lançamentos. Então acho que é interessante destacar aonde ele atrapalha e quando acrescenta algo ( vide Gravidade, por exemplo ).

agraciotti
Foto de agraciotti

Dré wrote:

agraciotti wrote:

sério q vcs ainda ficam julgando se o 3D foi "dispensável ou não"?

Óbvio que o 3D é 99% das vezes sempre dispensável, mas tem sido cada vez mais difícil fugir dele nos grandes lançamentos. Então acho que é interessante destacar aonde ele atrapalha e quando acrescenta algo ( vide Gravidade, por exemplo ).

Mas Gravidade foi o ÚNICO filme q eu ja vi q o efeito realmente acrescenta algo à experiência (pois é, nem Herzog, Scorsese ou Win Wenders, mesmo com bons filmes, me convenceram q aquela merda de óculos fez diferença). Aliás, acho q vai continuar sendo o único, pq eu até tinha imaginado antes q algo se passando no espaço talvez conseguisse utilizar o 3D de forma interessante. E foi em cheio. Mas realmente não consigo imaginar outra situação. Fora isso, continua tudo apenas um recurso pra simular parque de diversões e jogar o preço dos ingressos nas alturas.

Mas é...tá difícil fugir do 3D mesmo. Por isso q eu tenho fugido do cinema ultimamente. 

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

quase nada
Foto de quase nada

Gostei mais do primeiro, esse daqui é apenas bom, a história ficou uma bagunça, os caras tão em jonhtehein, depois vão pra teófilohein (numa batalhinha muito sem vergonha, com meia dúzia de figurantes), ai corta pra londres, depois corta pra nave do Elfo das Trevas, ai volta pra Asgard e termina com um crazy credits completamente sem sentido (tudo bem que tem a ver com o tal filme dos Guardiões da Galaxia, mas quem é hetero não é obrigado a saber).

A estagiária da Natalie é um personagem divertido, mas nesse ela ficou no limite do insuportável. Mas, va lá, tem muita cena de ação (a do portal, nas mãos de um diretor melhorzinho, seria épica), o Loki detona na atuação (esse ator nunca terá outro papel na vida) e a Natalie Portman, mesmo sem tentar muito, consegue ser uma boa atriz, pena que depois da maternidade algo se perde, é como se o ovário secasse, a pele virasse farofa e perdesse o brilho, o cabelo endurece e fica quebradaço, unhas estragam, placenta cola, mitocondrias suicídam-se e as células num modo geral escangalham, o olhar fica emputefrado e distante, o suvaco escurece, coluna enverga, o bico do peito fica que nem um ferrero rocher, a bunda dá uma estagnada e etc. Mesmo fenomeno que aconteceu com a jessica alba, antes a mais bonita do mundo, agora apenas mais uma mexicana de merda.

nota: 7,0
 

quase nada
Foto de quase nada

Quem reclama do 3D tem o mesmo espírito das pessoas da década de 50 (tipo o rayJ) que pregava que filmes coloridos acrescentariam pouco ao cinema, que seria "uma distração" e só serviria pra aumentar o preço. São seres retrógados, que não enxergam que o pioneirismo de uma técnica pode culminar em outra completamente foda, essa porra é uma escada, não é do dia pra noite que vão resolver o problema do contraste. Tais seres merecem morrer, pois engessam os avanços tecnológicos e só sabem cornetar. 

agraciotti
Foto de agraciotti

quase nada wrote:

Quem reclama do 3D tem o mesmo espírito das pessoas da década de 50 (tipo o rayJ) que pregava que filmes coloridos acrescentariam pouco ao cinema, que seria "uma distração" e só serviria pra aumentar o preço. São seres retrógados, que não enxergam que o pioneirismo de uma técnica pode culminar em outra completamente foda, essa porra é uma escada, não é do dia pra noite que vão resolver o problema do contraste. Tais seres merecem morrer, pois engessam os avanços tecnológicos e só sabem cornetar. 

tsc tsc. "Pioneirismo técnico"??? Enlouqueceu?

Pioneirismo técnico é a evolução do CG, motion capture... aí sim. Mas 3D estereoscópio no cinema já existe aí desde os anos 20. Voltou na década de 50, saiu de modinha, voltou nos anos 90 com filminhos de terror, saiu de modinha de novo. Tentaram de novo agora nos anos 2000 e só está "dando certo" (falando em mercado, não em mérito técnico. Até pq o princípio é o exatamente o mesmo desde a década de 20) pq o cinema blockbuster está num momento ápice de espetáculo visual, em que tudo o q os estúdios querem é oferecer uma experiência intensa aos sentidos, como videogames ou parque de diversões (e o público, num momento de preguiça cultural sem precedentes, aceita e acha tudo o máximo). Trouxa é quem acha q isso é novidade.

Comparar o 3D com outros recursos de evolução de linguagem para o cinema, como foram o som a cor, me ofende de uma forma tão profunda q tenho vontade de espancar uma criança pobre.

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

Odnanref
Foto de Odnanref

agraciotti wrote:

quase nada wrote:

"TESE SOBERANA"

tsc tsc. "Pioneirismo técnico"??? Enlouqueceu?

BLA BLA BLA

Comparar o 3D com outros recursos de evolução de linguagem para o cinema, como foram o som a cor, me ofende de uma forma tão profunda q tenho vontade de espancar uma criança pobre.

Presinto uma trollada épica.

______

Se eu copio um autor, é plágio. Se copio vários, é pesquisa.

XIII
Foto de XIII

Odnanref wrote:

Presinto uma trollada épica.

Hook, line and sinker!

quase nada
Foto de quase nada

agraciotti wrote:

quase nada wrote:

Quem reclama do 3D tem o mesmo espírito das pessoas da década de 50 (tipo o rayJ) que pregava que filmes coloridos acrescentariam pouco ao cinema, que seria "uma distração" e só serviria pra aumentar o preço. São seres retrógados, que não enxergam que o pioneirismo de uma técnica pode culminar em outra completamente foda, essa porra é uma escada, não é do dia pra noite que vão resolver o problema do contraste. Tais seres merecem morrer, pois engessam os avanços tecnológicos e só sabem cornetar. 

tsc tsc. "Pioneirismo técnico"??? Enlouqueceu?

Pioneirismo técnico é a evolução do CG, motion capture... aí sim. Mas 3D estereoscópio no cinema já existe aí desde os anos 20. Voltou na década de 50, saiu de modinha, voltou nos anos 90 com filminhos de terror, saiu de modinha de novo. Tentaram de novo agora nos anos 2000 e só está "dando certo" (falando em mercado, não em mérito técnico. Até pq o princípio é o exatamente o mesmo desde a década de 20) pq o cinema blockbuster está num momento ápice de espetáculo visual, em que tudo o q os estúdios querem é oferecer uma experiência intensa aos sentidos, como videogames ou parque de diversões (e o público, num momento de preguiça cultural sem precedentes, aceita e acha tudo o máximo). Trouxa é quem acha q isso é novidade.

Comparar o 3D com outros recursos de evolução de linguagem para o cinema, como foram o som a cor, me ofende de uma forma tão profunda q tenho vontade de espancar uma criança pobre.

Vc quer comparar o 3D da famosa lente verde e vermelha com o RealD atual? É por essas e outras que se te pego na balada te panco na maior serenidade. São duas coisas diferentes, mas essa sua insanação foi boa pq comprova minha teoria, já que o 3D vermelho e verde abriu as portas pro que temos hj.

Fique sabendo que o gosto do público pelo 3D faz com que ele seja continuamente melhorado, inclusive as câmeras (é a famosa diferença entre gravar nativamente  [cameras que tem duas lentes] e converter). Já tem até gente trabalhando no 3D sem óculos (pois é, chupa), e fique re-sabendo que isso só está sendo desenvolvido graças aquele primeiro 3D dos anos dourados do Rayj.

Fui num imax 3D em idos dos anos 2000 e vc precisava ligar os óculos na cadeira, sem falar que pesava quase meio quilo e parecia uma máscara de mergulho, hj vc vai ao imax e usa uns óculos estilosinhos estilo os wayfarer que as barangas amigas do Dré usam, tudo isso graças a empresa que melhorou e padronizou a tecnologia, ou seja, um pioneirismo técnico.

Esse seu papinho mascarado retrógado é o mesmo do povo que é contra os 4 e 8K, to lendo um monte de pobre reclamando por ai: "ieu sô contra as TV de 4kbits, pois minha têlevesão di LEDE que comprei na Fastishopi tem 1080pontin. Vi essas porquera de 4Q lá nas Lojas Amenricanas e é ingualzinho aos 1080pontin".

agraciotti
Foto de agraciotti

quase nada wrote:

Vc quer comparar o 3D da famosa lente verde e vermelha com o RealD atual? É por essas e outras que se te pego na balada te panco na maior serenidade. São duas coisas diferentes, mas essa sua insanação foi boa pq comprova minha teoria, já que o 3D vermelho e verde abriu as portas pro que temos hj.

Fique sabendo que o gosto do público pelo 3D faz com que ele seja continuamente melhorado, inclusive as câmeras (é a famosa diferença entre gravar nativamente  [cameras que tem duas lentes] e converter). Já tem até gente trabalhando no 3D sem óculos (pois é, chupa), e fique re-sabendo que isso só está sendo desenvolvido graças aquele primeiro 3D dos anos dourados do Rayj.

Fui num imax 3D em idos dos anos 2000 e vc precisava ligar os óculos na cadeira, sem falar que pesava quase meio quilo e parecia uma máscara de mergulho, hj vc vai ao imax e usa uns óculos estilosinhos estilo os wayfarer que as barangas amigas do Dré usam, tudo isso graças a empresa que melhorou e padronizou a tecnologia, ou seja, um pioneirismo técnico.

Esse seu papinho mascarado retrógado é o mesmo do povo que é contra os 4 e 8K, to lendo um monte de pobre reclamando por ai: "ieu sô contra as TV de 4kbits, pois minha têlevesão di LEDE que comprei na Fastishopi tem 1080pontin. Vi essas porquera de 4Q lá nas Lojas Amenricanas e é ingualzinho aos 1080pontin".

"Ó, q legal, antes o óculos era de papel e agora é de plastico bonitão e não dá dor de cabeça".

Qualé Quase Nada, sai dessa. Não importa se fizerem um óculos rayban 3D (e nem é. esse óculos atual é horrivel, não encaixa na cara direito e machuca a orelha), se fizerem 3D sem óculos ou um implante na sua cabeça. O efeito e o princípio continuam exatamente os mesmos. Duas imagems de ângulos diferentes sobrepostas pelo cérebro. É um recurso q SEMPRE foi apenas pra inflacionar ingresso e NUNCA acrescentou NADA ao cinema enquanto linguagem. Não é papo retrógrado. Sou a favor de qualquer avanço tecnológico (mesmo q maioria hoje gere uma geração tão ruim pra hollywood, mas 3D não dá. Me surpreende vc, um cara esclarecido e fãs de filmes alternativos, obscuros e duvidosos, cair nessa onda de achar 3D uma grande coisa.

Acho q vc já leu isso (e deve ter ignorado), mas o falecido Roger Ebert tem o artigo q acho definitivo contra essa baboseira do 3D:

http://mag.newsweek.com/2010/04/30/why-i-hate-3-d-and-you-should-too.html

 

 

 

 

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

agraciotti
Foto de agraciotti

quase nada wrote:

Vc quer comparar o 3D da famosa lente verde e vermelha com o RealD atual? É por essas e outras que se te pego na balada te panco na maior serenidade. São duas coisas diferentes, mas essa sua insanação foi boa pq comprova minha teoria, já que o 3D vermelho e verde abriu as portas pro que temos hj.

Fique sabendo que o gosto do público pelo 3D faz com que ele seja continuamente melhorado, inclusive as câmeras (é a famosa diferença entre gravar nativamente  [cameras que tem duas lentes] e converter). Já tem até gente trabalhando no 3D sem óculos (pois é, chupa), e fique re-sabendo que isso só está sendo desenvolvido graças aquele primeiro 3D dos anos dourados do Rayj.

Fui num imax 3D em idos dos anos 2000 e vc precisava ligar os óculos na cadeira, sem falar que pesava quase meio quilo e parecia uma máscara de mergulho, hj vc vai ao imax e usa uns óculos estilosinhos estilo os wayfarer que as barangas amigas do Dré usam, tudo isso graças a empresa que melhorou e padronizou a tecnologia, ou seja, um pioneirismo técnico.

Esse seu papinho mascarado retrógado é o mesmo do povo que é contra os 4 e 8K, to lendo um monte de pobre reclamando por ai: "ieu sô contra as TV de 4kbits, pois minha têlevesão di LEDE que comprei na Fastishopi tem 1080pontin. Vi essas porquera de 4Q lá nas Lojas Amenricanas e é ingualzinho aos 1080pontin".

"Ó, q legal, antes o óculos era de papel e agora é de plastico bonitão e não dá dor de cabeça".

Qualé Quase Nada, sai dessa. Não importa se fizerem um óculos rayban 3D (e nem é. esse óculos atual é horrivel, não encaixa na cara direito e machuca a orelha), se fizerem 3D sem óculos ou um implante na sua cabeça. O efeito e o princípio continuam exatamente os mesmos. Duas imagems de ângulos diferentes sobrepostas pelo cérebro. É um recurso q SEMPRE foi apenas pra inflacionar ingresso e NUNCA acrescentou NADA ao cinema enquanto linguagem. Não é papo retrógrado. Sou a favor de qualquer avanço tecnológico (mesmo q maioria hoje gere uma geração tão ruim pra hollywood), mas 3D não dá. Me surpreende vc, um cara esclarecido e fã de filmes alternativos, obscuros e duvidosos, cair nessa onda de achar 3D uma grande coisa.

Acho q vc já leu isso (e deve ter ignorado), mas o falecido Roger Ebert tem o artigo q acho definitivo contra essa baboseira do 3D:

http://mag.newsweek.com/2010/04/30/why-i-hate-3-d-and-you-should-too.html

 

 

 

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

Odnanref
Foto de Odnanref

ECO!

Erro na Matrix!

Particularmente, acho 3D coisa de viado. Mas, nem por isso, desmereço-o.

Penso o seguinte: assistir a um filme no cinema é muito diferente de assistir em casa (mesmo se você tiver uma baita porra de 'rômi títer'). Então, já é uma experiência diferente. O mesmo vale para o 3D, que proporciona uma experiência (imersão) diferente, mas é uma proposta meio montanha russa: não tem graça sempre e nem cabe num filme do Woody Allen. Por mais que 'seja dispensável em 90% dos filmes', ele está ali para acrescentar algo (mesmo que seja só no preço do ingresso - afinal, não dá pra descer no FreeFall pagando preço de Carrossel).

Sobre os 4 ou 8K, o esquema é JOBniano. Quando o povão teve acesso ao Full HD, precisaram bater a piroca na grama até o saco ficar roxo. "Cê tem um aifone 4? Pobre! Jásaiu o 5.27!!!". É a mesma bosta consumista. Mas, mesmo assim, acho que os 4K tem seu lugar. E não estamos falando apenas em número de linhas, mas sim em definição e 'ampliação'. É o mesmo esquema de foto. Se você tem uma tekpix, amplia uma 10x15; se tem uma 5D Mark III ou D800, faz um poster de 3 metros numa boa. Depende do que você quer/precisa/pode. Se você quiser/puder/precisar ver todas as pregas do cu em 4320 linhas, seja feliz assim!

______

Se eu copio um autor, é plágio. Se copio vários, é pesquisa.

agraciotti
Foto de agraciotti

Voodoo wrote:

agraciotti wrote:

Qualé Quase Nada, sai dessa. Não importa se fizerem um óculos rayban 3D (e nem é. esse óculos atual é horrivel, não encaixa na cara direito e machuca a orelha), ...

Pelo menos o quase nada sabe escrever no plural.

vamos falar de gramática? Então vamos

http://www.fpepito.org/verbos/conjugue.php?verbo=fazer

 

Futuro do Subjuntivo
  quando eu fizer
  quando tu fizeres
  quando ele fizer
  quando nós fizermos
  quando vós fizerdes
  quando eles fizerem

 

No caso da minha frase, o único "erro" é ter usado "se" ao invés de "quando", já q seria "se fizessem", mas não faria sentido. É uma troca perfeitamente usual e está obviamente BEM claro no contexto q quero dizer (me referindo a uma possibilidade futura).

mas beleza, vc apenas acordou puto após uma brochada querendo implicar com alguém.

 

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

agraciotti
Foto de agraciotti

Voodoo wrote:

http://radioglobo.globoradio.globo.com/com-a-palavra,-o-professor-pasquale/2012/05/28/SINGULAR-OU-PLURAL.htm

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

agraciotti
Foto de agraciotti

Meu choque esses dias foi descobrir q o correto é 

TONS PASTEL

Depois dessa - e da reforma ortográfica, em que NENHUMA das mudanças faz sentido - eu vou fazer questão de escrever e falar tudo errado.

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr

agraciotti
Foto de agraciotti

 

--------------------------------------

https://soundcloud.com/cellardoorbr